Página Inicial > Livre > Torcedores, uma classe única

Torcedores, uma classe única

torcida-do-glasgow-rangers
Olá.

Mais uma vez eu venho falar sobre futebol, ao invés de vídeo game.

E nem é porque não tem assunto no campo dos vídeo games para comentar. Na verdade, até tem algumas coisas boas, mas o que tem realmente mexido com a minha cabeça ultimamente, é o comportamento das torcidas brasileiras. Mais especificamente, a do São Paulo, que eu faço parte. Se você só se interessa por vídeo game, então nem adianta ler o resto. Mas se você quer saber um pouco do meu ponto de vista sobre esse assunto, sinta-se a vontade.


A relação dos torcedores com o seu time de coração sempre foi muito complexa, e ainda mais complexa é a relação entre os próprios torcedores deste time. Vou dividir entre os torcedores casuais e os torcedores uniformizados, embora estes grupos possam ser divididos entre vários subgrupos.

Hoje em dia, com a popularização do twitter, ficou muito fácil para todo mundo dar sua opinião. Além disso, uma boa parte das pessoas possuem um blog, onde colocam as notícias do mundo do futebol, normalmente copiando e colando as notícias que aparecem nos vários portais de notícias ao redor da internet. Mas isso é um outro ponto. Agora eu só quero falar do comportamento.

Uma coisa que eu reparei ultimamente, é que a torcida uniformizada não torce para o time em questão, eles torcem para si mesmos. Vejam bem. Na arquibancada, os cantos normalmente exaltam o nome da torcida. Também, se eles vem alguém de outra toricida uniformizada do mesmo time, eles batem e o expulsam da área. Aliás, se você estiver ali na arquibancada, mesmo não fazendo parte da torcida, você precisa fazer tudo que eles pedem, senão você sofrerá as consequências. Isso acontece na torcida do São Paulo, mas eu sei, por relatos de amigos, que acontece em todas as outras.

Entre os torcedores casuais, temos aqueles que são profundos conhecedores do futebol. Sabem tudo sobre análise tática, técnica e sobre os fundamentos do futebol. Estes são os caras que se destacam hoje em dia com o Twitter. Para eles, o twitter é uma forma de se comunicar com o time, e o fato de eles seguirem a assessoria de imprensa do clube, supostamente os dá o direito de dar dicas e opções para o andamento do clube em questão.

Eu cheguei a ler um dia desses a frase: “Mas eu acabei de falar que esse técnico é uma besta, e a diretoria quer renovar com ele! Absurdo!!” (algo mais ou menos assim).

Também é muito comum a frase “Esse time não treina! Como o nosso atacante sempre fica impedido?!?!”. Será mesmo que isso não é um treino? Será que a idéia não é deixar ele lá na frente, para sempre deixar um ou dois zagueiros atentos nele, e assim impedir estes jogadores de atacarem?

Não para estes torcedores. Eles são os que sabem de tudo, os que realmente planejam o futebol.

Outra frase que me mata, e que eu já tava esquecendo: “Me dá 10 mil por mês e eu faço muito mais do que esse bando de pé rapado!”

Sabe o que eu tiro disso tudo? Que estes torcedores são extremamente soberbos. Eles se esquecem que, do outro lado do campo, existe um time com 11 homens dispostos a ganhar, tanto quanto o seu time. Eles também treinaram. Eles também armaram esquemas táticos para este confronto. Se o seu time não está jogando bem, não quer dizer exatamente que o seu time seja um lixo, mas quer dizer que o time adversário se preparou melhor, que o jogo do seu adversário, neste momento, está encaixando e bloqueando o do seu time. Eles acham que tudo é muito fácil.

Sempre que leio esse tipo de comentário no twitter, a sensação que eu tenho é que essas pessoas acham que o seu time é completamente invencível. Que o seu time é tão bom, mas tão bom, que a única forma de perder e se jogar mal, porque o time adversário jamais poderia ganhar da gente, se a gente tivesse um técnico bom, ou um lateral decente, ou um meio campo criativo, etc…

E por fim, acabam criando uma crise no time, onde não existe. Diretamente para a torcida do São Paulo agora: Vocês estão fazendo exatamente o que a torcida do Corinthians sempre fez, e foi o motivo do Corinthians até hoje não ganhar uma Libertadores. Por qualquer coisa, eles faziam uma tempestade. Pixavam o muro da Fazendinha, iam bater nos jogadores, e assim, não há quem consiga ter tranquilidade para trabalhar e exercer sua função.

Hoje, a torcida do São Paulo diz que o time está em crise porque não ganhou nenhum clássico. Ora, não ganhamos nenhum clássico. Certo. Mas o Palmeiras ganhou 2. Eles estão melhores que a gente? O Corinthians ganhou da gente no último domingo, mas eles estão dentro da zona de classificação? Não. E mesmo assim, os “são paulinos” estão dando mais valor para o Corinthians do que para o São Paulo.

É a mesma coisa com o Washington. O cara perde sim muitos gols. Mas perde porque participa. Ele também faz muitos gols. Fez 9 nesse ano, enquanto o Ronaldo só fez 2. Agora, o prestígio que o Ronaldo tem entre a torcida do São Paulo, é muito maior do que eles dão para o Washington.

Enfim, tudo isso eu escrevi para dizer que o torcedor, infelizmente, deixou de ser torcedor para ser tudo: Técnico, dirigente, repórter (o tanto de furos e de colunas que eu leio por dia, não está escrito…), menos torcedor. Eles não torcem mais para o time, apenas ficam reclamando, criando caso onde não tem, apenas para poder dar a sua opinião e mostrar o quanto entende de futebol. Ou acha que entende, na maioria dos casos.

Eu me coloco no meu lugar. Eu sou torcedor. Eu não manjo nada de posições dos jogadores, do que um lateral deve fazer ou do que um meio campista deve praticar e pensar. Eu apenas quero ver jogos bons, e torcer para que meu time funcione e ganhe. É isso que a palavra torcedor significa. É torcer para o técnico acertar o time. É torcer para o atacante fazer o gol. Não ficar berrando pedindo a cabeça de todo mundo.

Eu sei que isso é só um jogo. Que para alguém ganhar, outro tem que perder. Que meu time está disputando o título da competição contra outras 19 ou mais equipes. Que se não ganharmos agora, fica para a próxima. Vitória e derrota fazem parte do esporte.

Quisera eu todos fossem assim.

Abraços
JohnnyMaxx

Categories: Livre Tags: ,
  1. Rezoka
    30, Março, 2010 em 20:48 | #1

    Johnny vc disse TUDO! AMEI o post, assim como eu tb adoro conversar com vc sobre futebol! O Papel da torcida é torcer e PONTO! (ja conversamos sobre isso tb, rs).
    Acontece que ainda as pessoas nao perceberam que podem SIM causar uma crise no time, como no caso do Guinazu que ja estava quase com o pé no time e por causa de uma FOFOCA de quem se acha comentarista, desandou toda uma contratação!
    Ou qdo começam com outras fofocas de Fernandao, Unimed que chega sim aos ouvidos dos jogadores e causa uma crise!
    Nao vou desmerecer um trabalho que aposto, que é do RG, o cara pegou o time em frangalhos e ao invez de fazer como Muricy fez, tá tentando reformular o time.
    E digo mais, Muricy nao ganhou UMA libertadores nos quase 4 anos em que esteve no Maior do Mundo, nosso placar era de 1×0 e todo mundo ficava feliz com um titulo que quem nos deu foi a defesa, NUNCA o ataque.
    Torcida MIMADA, sempre repetirei isso, pq ao invez de fazer oq se deve, TORCER, nao espera o trabalho TODO ser concluido!
    Parabéns, Johnny e eu super te apoio a escrever MUITO MAIS sobre o nosso SPFC nesse seu espaço!
    VAI MAIOR DO MUNDO!
    E que a torcida aprenda sua função: Torcer!

  1. Nenhum trackback ainda.